Dia da Consciência Negra

2O Brasil é um país multicultural, formado por diversas etnias. Com a chegada dos europeus, a partir de 1500, vieram também negros, que eram explorados como escravos. Somente mais de 300 anos depois é que a população negra conseguiu a liberdade. Mesmo assim, até hoje, oportunidades e direitos iguais ainda não são uma realidade em nosso país. Para que os direitos das pessoas negras sejam respeitados como os de qualquer outra pessoa, e para lembrar as injustiças e horrores que essa população sofreu no passado, foi criado o Dia da Consciência Negra. Comemorada desde 2003, no dia 20 de novembro, a data é atribuída à morte de Zumbi dos Palmares, figura conhecida pela luta contra a escravidão. 

Dica de livro
Na minha pele
Autor: Lázaro Ramos
O grande ator, conhecido por seu engajamento na luta pelo respeito e direitos iguais entre raças e gêneros, também é escritor. Neste livro ele compartilha suas reflexões sobre temas como ações afirmativas, gênero, família, empoderamento, afetividade e discriminação. Ainda que não seja uma biografia, o autor relata episódios íntimos de sua vida e também suas dúvidas, descobertas e conquistas.

Rei Pelé
A personalidade mais conhecida no mundo, Pelé, enfrentou preconceitos e dificuldades de uma infância pobre para se tornar o maior jogador de futebol de todos os tempos. Seus incríveis feitos incluem ter sido eleito o “Atleta do Século”. Com uma carreira brilhante, foi o jogador mais jovem a vencer uma Copa do Mundo. Ele tinha apenas 17 anos quando o Brasil conquistou o primeiro mundial, em 1958, na Suécia. 
Pelé defendeu o Santos Futebol Clube, por mais de duas décadas, time que ajudou a conquistar mais de quarenta títulos.
Edson Arantes do Nascimento, nasceu na cidade de Três Corações (MG), no dia 23 de outubro de 1940.

Martin Luther King
Recebeu o Prêmio Nobel da Paz em 1964.

O ativista norte-americano, que viveu entre 1929-1968, tornou-se um dos mais importantes líderes dos movimentos pelos direitos civis dos negros nos Estados Unidos. Em 1955, começou sua luta pelo reconhecimento dos direitos civis dos negros, com métodos pacíficos, inspirado na figura de Manhattan Gandhi e na teoria da desobediência civil de Henry David Thoreau, as mesmas fontes que inspiraram a luta de Nelson Mandela contra a Apartheid, na África do Sul.

Voltar...

SEDE: Rua Roberto Faria, 180 | CEP: 81030-150
Vila Fanny - Curitiba - PR - Brasil | Fone/Fax: 55+41 3330-1300
Copyright 2007 © REDE HIPERFARMA - Todos os direitos reservados